sábado, 10 de agosto de 2013

ANTÓNIO (TÓ) FERNANDES COELHO partiu em 10 de Agosto de 2013

Pouco para dizer e muito para sentir Caro Tó! "Uma despedida é necessária antes de podermos nos encontrar outra vez. Que nossas despedidas sejam um eterno reencontro, velho e sempre AMIGO de tantas andanças reais na nossa África e, nos últimos anos, neste mundo virtual mas também real".
FIca em PAZ.
- Jaime Luis Gabão, 10 de Agosto de 2013.

Obs. - António Fernandes Coelho foi aluno do Colégio Liceal de São Paulo na então Porto Amélia, hoje Pemba, em Cabo Delgado - Moçambique.

9 comentários:

Zé Paulo Gouvêa Lemos disse...

Um abraço para ti, Jaime. Que o Antonio Coelho esteja aconchegado e aconchegando lá por cima.

JAIME disse...

Abraço ZÉ PAULO. E obrigado por tua estima e palavras.

Margarida Pires disse...

Olá Jaime,
Obrigada pelo aviso da morte do Tó, infelizmente um final que já esperávamos!! Não tenho tido acesso à net mas hoje regressei e deparei-me com esta notícia. Nestes momentos obrigo-me a acreditar que as pessoas de quem gostamos não morrem, pois estão sempre nos nossos pensamentos apenas não as vemos até um próximo "reencontro" (quem sabe)
Ao ler este poema lembrei-me dele . Um abraço Margarida Quinaz Pires

Os Amigos

Os amigos amei
despido de ternura
fatigada;
uns iam, outros vinham,
a nenhum perguntava
porque partia,
porque ficava;
era pouco o que tinha,
pouco o que dava,
mas também só queria
partilhar
a sede de alegria —
por mais amarga.

Eugénio de Andrade, in "Coração do Dia"

Herculino Loureiro disse...

Caro Gabão:

Por força de cronologia... começa a tocar cada vez mais, e sob as mais variadas justificações, pretextos para final de presença na estadia provisória de cada um de nos por este ilusório e efémero mundo... Daqui levamos apenas as marcas de tudo quanto fizemos (de bem ou mal) e do que omitimos assumir... Neste Grande Teatro, temos desempenhos de todo tipo de grandezas e misérias... e demasiada fantasia também! A proximidade da "cortina do Alem", serve para ajudar a recolocar a realidade em perspectiva menos presunçosa despidos de quaisquer veleidades... afinal: chegamos vazios do Grande Nada e somos remetidos vazios ao Grande Nada... sem nada do que conta por ca... e, por determinação que nos ultrapassa, isto eh lei incontornável: não há excepção!
O Coelho continuara vivo nas nossas memorias enquanto por cá seguirmos com alento: faz parte de cada um de nos tal como o ar que respiramos!
Um grande abraço Jaime.

Herculino

Zé Loureiro disse...

Caros amigos & colegas

Soube do falecimento do nosso grande amigo Coelho. Eu sou o Zé Loureiro que convivi muito de perto com o saudoso Tó Coelho. Fomos colegas do Colégio e partilhamos vários momentos juntos, na adolescência em Pemba. Se alguém tiver o contacto da família, queiram mandar. Até sempre GRANDE AMIGO! Zé Loureiro

Maria Céu Novais disse...

Olá, ficaria muito grata se alguém me ajudasse a encontrar a Margarida Quinaz Pires. Fomos colegas durante anos no Liceu e Universidade de Coimbra (apesar de estarmos em cursos diferentes)e perdemos o contato há mais de 20 anos.

Muito agradecida pela vossa a atenção!

JAIME disse...

Maria Ceu Novais - Poderá encontrar a margarida Quinas Pires no FaceBook aqui: https://www.facebook.com/margarida.pires.3532?fref=ts

Dalila D'Alte Rodrigues disse...

From: Dalila d' alte
Sent: Tuesday, October 14, 2014 7:59 PM
To: colegiopemba@gmail.com
Subject: Os meus sentimentos, embora tardios...

Olá, ex-colegas
Sou a Dalila, que frequentou também o Colégio Liceal de São Paulo, em 1960/61
Sinto muito o desaparecimento do Tó. Só hoje soube, através do Jaime Gabão que encontrei no Linkedin.
Um abraço para a família. Que o Tó descanse em Paz
Saudades!

F. J. Branquinho de Almeida disse...

Um abraço ao nosso Tó, do tamanho da nossa saudade.
Que repouse em Paz!

Zinho Pemba